PROPORÇÃO IDEAL DO BUMBUM.

Ao planejarmos uma cirurgia no bumbum, também conhecida como gluteoplastia, (seja para aumento, redução ou elevação) levamos em consideração diversos pontos anatômicos inerentes ao corpo que a pessoa possui e ao ideal estético que ela almeja.
Um estudo publicado em junho de 2016 na revista científica da sociedade americana de cirurgia plástica demonstrou que a preferência americana modificou de uma relação cintura quadril de 0,6 para 0,65, o que significa uma predileção por bumbuns maiores, e que a curva entre o bumbum e as costas deve ser mais pronunciada, deixando o bumbum mais empinado.

Será que no Brasil as preferências são semelhantes?

A análise das estruturas ósseas, musculares e gordura da região glútea, assim como suas proporções, são fundamentais para determinar o tratamento glúteo.

Temos duas opções para aumentar seus glúteos.

A lipoenxertia dos glúteos que injetamos gordura e a prótese de silicone. Porém podemos caso seja seu desejo não aumentar, mas melhorar o contorno dos glúteos e depressões no local com a gordura. Sim, há essa possibilidade, colocar gordura e não aumentar e sim exclusivamente melhorar o contorno e as depressões.

A lipoescultura é o procedimento para ajustar essas proporções, podendo remover gordura de algumas áreas e injetar em outras. Essa técnica permite a melhora do contorno corporal.

Muitas vezes precisamos incluir na cirurgia a prótese de silicone para glúteo, mas essa necessidade é determinada em consulta médica com o Cirurgião Plastico Dr Fernando Mattioli

Toda mulher quer se sentir mais bonita. E quando o assunto é beleza, sempre tem aquelas que sonham em reparar algumas falhas na silhueta e aumentar o volume do bumbum.

A lipoenxertia glútea é um procedimento muito buscado por aquelas que desejam ter um bumbum estilo Kardashian. A técnica permite aumentar o bumbum sem precisar recorrer aos implantes de silicone para glúteo.
Além de que o enxerto de gordura nos glúteos é uma técnica menos invasiva do que o implante de silicone.

Então, enxerto de gordura no glúteo funciona?

Funciona sim! A lipoenxertia glútea proporciona um contorno do bumbum mais firme, suave e até natural.
O enxerto no glúteo provém de uma lipoescultura, na qual a gordura é retirada de algum lugar do corpo, podendo ser do abdômen, e colocada nas nádegas.
Com a própria gordura retirada da barriga, o médico consegue remodelar o bumbum, deixando-o esteticamente mais bonito.

Enxerto de gordura nos glúteos é reabsorvido com o tempo?

Uma parte do enxerto no glúteo, em torno de 10%, será reabsorvido nos meses seguintes. Isso porque utilizamos um sistema fechado o que diminui o índice de reabsorção da gordura.
Após 3 meses a quantidade que ficou será considerada definitiva. Diferente da prótese de glúteo, em que o volume colocado é o que vai ficar de forma permanente.
É importante saber que nem toda a gordura retirada do procedimento de lipoaspiração poderá ser usada no processo de enxerto no glúteo.
O material aspirado passa por uma filtragem para separar a gordura do soro. Isto porque somente poderá ser enxertada a gordura concentrada.
Se você tiver uma assimetria, colocaremos quantidades diferentes para minimizar essa desigualdade entre os lados.
Por fim, é importante saber que o médico pode aspirar somente de 5 a 7% em volume do peso ideal de uma pessoa (IMC).
É sempre bom lembrar que em qualquer cirurgia plástica os resultados devem ser analisados de acordo com o tipo de corpo. Isso é feito para que se torne compatível com a realidade de cada paciente.
Durante a consulta o Cirurgião Plástico Dr Fernando Mattioli vai avaliar e indicar a melhor técnica para alcançar o resultado almejado, mas que esteja dentro da realidade de cada mulher.

Agendar
Agência Digital em Florianópolis